Grávida de 4 meses é executada com tiro no rosto em bar na Zona Norte

Grávida de 4 meses é executada com tiro no rosto em bar na Zona Norte
Foto: Reprodução/internet

Mariani Nascimento Mota, 37, foi assassinada com um tiro no nariz após se negar a entregar o seu celular para uma dupla de assaltantes que havia invadido o bar de propriedade da vítima, na noite de sábado (2). O crime foi presenciado por várias pessoas que estavam o estabelecimento no momento da ação. Mariani estva grávida de quatro meses.

De acordo com informações do delegado plantonista da Delegacia de Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), os criminosos chegaram ao estabelecimento 'Bar das Damas', na avenida Curaçao, conjunto Nova Cidade, Zona Norte, em uma motocicleta.

Ainda conforme o delegado, os criminosos já chegaram anunciando o assalto e mandando que todos entregassem seus pertences, dinheiro, celulares e relógios, porém, quando ele exigiu que Mariani entregasse o seu telefone, ela recusou.

Demonstrando nervosismo, um dos assaltantes apontou a arma na direção do rosto da vítima e fez o disparo. O tiro acertou no nariz e Mariani morreu na hora. O criminoso ainda atirou contra o marido da vítima, mas a bala acertou a parede do bar.

Os ladrões fugiram. A polícia foi chamada e o delegado Fábio foi fazer os primeiros levantamentos da motivação do crime. De acordo com ele, a morte de Mariani foi caracterizada como latrocínio (roubo seguido de morte).

 “Vamos encaminhar o caso para a delegacia competente que é a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), para que investigue o caso”, disse o delegado.

 

 

 

*Acrítica