Marcada para morrer: jovem é executada após trair companheiros de facção criminosa. IMAGENS FORTES

Marcada para morrer: jovem é executada após trair companheiros de facção criminosa. IMAGENS FORTES

Uma mulher identificada apenas como ‘Capetinha”, foi executada após supostamente trair os companheiros da facção criminosa Comando Vermelho.

O tribunal do crime, fez questão de gravar e divulgar a execução da jovem parar servir de exemplo para outros X-9, nome que se dar para pessoa que trai a confiança de alguém; dedo-duro. Quem aponta outra pessoa como responsável por; delator.

Ao ser apontada como X-9 a jovem é levada para uma área de mata na cidade de Marituba, na região metropolitana de Belém, no Pará.

Porém a ordem para executar a jovem já estava dada, “Capetinha” deveria morrer.

Conversas entre membros da facção criminosa mostram a ordem da execução da jovem.

Capetinha também entregou outra jovem que estaria entregando os “manos” para a polícia antes de ser morta.

Uma das jovens foi identificada como Juliana, porém mesmo entregando as “amigas” e justificando ter ficado em silêncio por medo, “Capetinha” foi sentenciada a morte e friamente executada com tiros na cabeça logo que a noite caiu em Marituba. 

ASSISTA ABAIXO/ ARRASTE PARA O LADO: