Polícias apreendem adolescente por estupro e morte de criança indígena

Polícias apreendem adolescente por estupro e morte de criança indígena
(Foto: Divulgação)

As polícias Civil e Militar de Barreirinha (a 331 quilômetros de Manaus) apreenderam um adolescente de 16 anos nesta terça-feira (24/11) pelos crimes de estupro, homicídio e ocultação de cadáver contra uma criança indígena. Ele confessou ter estuprado e matado a menina, de 6 anos, na Comunidade Vida Nova 2, no município.

De acordo com o gestor da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Barreirinha, Eneas Cardoso, o adolescente foi para uma festa na noite do último domingo (22/11), na Comunidade Ponta Alegre, próximo ao local onde o crime aconteceu. Em determinado momento, ele comprou uma quantidade de drogas para consumo e seguiu até a casa da vítima. Segundo o depoimento do menor, ele já havia prestado serviços para a avó da criança e teria ficado interessado em se relacionar com a filha dela, mãe da criança.

Depois de consumir drogas, ele foi até a casa da mãe da vítima, já na madrugada de segunda-feira (23/11), mas ela estava acompanhada. Ele pegou uma das filhas da vítima, uma criança de 6 anos de idade, que estava dormindo no momento em que ele entrou na casa da família e, ainda adormecida, a levou para a uma canoa. A criança foi levada por ele para um local mais afastado da casa dela, onde o crime foi cometido.

Além de estuprar a criança, o adolescente estrangulou a vítima até a morte. Ainda em depoimento, o adolescente disse que a criança desmaiou durante o ato sexual. Em seguida, ele fez uma cova rasa, onde conseguiu enterrar parte do corpo da vítima.

No momento em que fugiu com a criança nos braços, o adolescente deixou alguns objetos para trás, o que ajudou a população daquela localidade a identificá-lo. A polícia foi chamada e apreendeu o menor.O adolescente foi apreendido em flagrante por ato infracional análogo aos crimes de estupro, homicídio e ocultação de cadáver.